Uso de cookies

Utilizamos "cookies" próprios e de terceiros para elaborar o site. Se continua a navegar aceita o seu uso.

Para mais informações e política de cookies.

Mercadona substitui sacos de plástico

Mercadona expande a substituição de sacos de plástico a mais 66 lojas

06 de agosto de 2018
  • A empresa iniciou em maio os primeiros testes em 11 lojas ao oferecer três tipos de possibilidades para realizar a compra: o saco de papel, o saco de plástico reciclado em 50-70% e o saco de ráfia
  • Estes sacos estão disponíveis em todas as lojas das Ilhas Baleares e Cantábria e em 66 supermercados nas províncias de Valência, Barcelona e Biscaia.
  • A empresa avança com o compromisso da reutilização de sacos, incentivando os clientes a reutilizarem os sacos que todos temos em casa, com o objetivo de assumir, entre todos, os princípios da Economia Circular.

A Mercadona expande para 66 lojas a possibilidade de os seus clientes poderem fazer a compra em sacos de papel ou plástico reciclado. Com esta medida, que a empresa pretende ir implementando nos seus supermercados até à reposição total em 2019, a Mercadona continua a promover o laboratório de testes que começou em maio para incentivar o reaproveitamento de sacos e o uso de plástico reciclado, favorecendo os princípios da Economia Circular.

Com este laboratório, a Mercadona elimina os grandes e pequenos sacos de plástico introduzindo, como alternativa, sacos de papel e uns novos sacos reutilizáveis feitos com 50-70% de plástico reciclado, conforme indicado nos próprios sacos. Além destes novos tipos de sacos, que em ambos os casos custam 10 cêntimos, a empresa mantém como alternativa o saco de ráfia reutilizável (50 cêntimos), que desde a sua incorporação tem contribuído para reduzir o consumo.

Nesta segunda fase do laboratório de testes, estes sacos estão disponíveis em 66 supermercados distribuídos nas províncias de Valência, Barcelona, Biscaia, bem como em todas as lojas das Ilhas Baleares e Cantábria.

Com esta medida, a Mercadona reforça o seu compromisso com a sustentabilidade, que a levou, em 2011, a ser a primeira empresa do setor a apresentar iniciativas para reduzir o uso de sacos plásticos de uso único e, um ano antes, em 2010, a tornar-se pioneira na reciclagem de plásticos com projetos como o que foi realizado em conjunto com o interfornecedor especialista SPBerner para incorporar uma nova linha de produtos para o lar (baldes, vassouras e esfregonas), feita com o plástico recuperado das estufas.

Uma política de ação social sustentável integrada à estratégia de RSC da Mercadona

Um dos compromissos que a Mercadona mantém com a sociedade é devolver parte do que recebe dela. Com esse objetivo, é desenvolvido o Plano de Responsabilidade Social da empresa, que aborda a componente social e ética por meio de diferentes linhas de ação sustentáveis que reforçam o seu compromisso com o crescimento partilhado. Como parte dessa política, a Mercadona trabalha no Projeto de Distribuição Urbana Sustentável e na melhoria da qualidade do ar das cidades, recorrendo a camiões e carrinhas movidos com recurso a tecnologias mais limpas e eficientes, bem como na construção de jardins, em telhados e verticais, nas suas lojas.

Outra linha estratégica do Plano de Responsabilidade Social da Mercadona é a sustentabilidade ambiental. Para isso, a Mercadona possui o seu próprio Sistema de Gestão Ambiental, focado na otimização logística, eficiência energética e redução de desperdícios; parte desse sistema baseia-se nos princípios da Economia Circular e procura, em conjunto com os interfornecedores, a conversão de resíduos em novos recursos.

Além disso, a Mercadona colabora com mais de 150 cantinas sociais e 60 bancos alimentares e outras entidades sociais em toda a Espanha, para as quais doa alimentos diariamente e participa em campanhas de recolha de alimentos. Da mesma forma, trabalha com mais de 28 fundações e centros ocupacionais na decoração das suas lojas com murais trencadís (mosaicos típicos do Mediterrâneo), feitos por mais de 1.000 pessoas com necessidades especiais.

Desde 2009, a Mercadona é membro do Fórum Europeu de Distribuição para a Sustentabilidade (REAP), um órgão copresidido pela Comissão Europeia, no qual todos os seus participantes são auditados periodicamente e externamente em termos de sustentabilidade. Além disso, desde 2011, aderiu ao Pacto Global das Nações Unidas pela defesa dos valores fundamentais nas áreas de Direitos Humanos, Direitos do Trabalhador, Meio Ambiente e Combate à Corrupção.

Saco de papel da MercadonaSaco de papel da Mercadona

Saco de plástico recicladoSaco de plástico elaborado com 50-70% de material reciclado da Mercadona