Uso de cookies

Utilizamos "cookies" próprios e de terceiros para elaborar o site. Se continua a navegar aceita o seu uso.

Para mais informações e política de cookies.

Centro de Coinovação de Perfumaria em Valência (Espanha).

Mercadona vai abrir o seu primeiro Centro de Coinovação em Portugal

04 de janeiro de 2017
  • Depois de comprovar que os modelos inovadores que asseguram o sucesso são os que nascem e se desenvolvem em colaboração com os clientes.
  • Neste centro, localizado em Matosinhos, a Mercadona vai trabalhar em conjunto com os “Chefes”, como internamente chama aos seus clientes, para adaptar a sua oferta aos hábitos e preferências do consumidor português e desenvolver produtos inovadores.
  • Graças ao seu Modelo de Coinovação, a empresa tem em Espanha uma taxa de êxito no lançamento de novos produtos 4 vezes superior à média do sector.
  •  Com este projeto, a Mercadona reforça a sua aposta em Portugal, onde prevê abrir 4 lojas em 2019 e está a começar a formar os primeiros 150 diretivos.

A Mercadona decidiu abrir em Matosinhos, no Grande Porto, o seu primeiro Centro de Coinovação em Portugal. O edifício terá uma dimensão superior a 1.000 m2, a somar aos 12 centros que a cadeia de supermercados gere atualmente em Espanha.

Este macro laboratório de ideias vai estar a funcionar a partir do segundo trimestre de 2017. O Centro de Coinovação vai permitir à empresa procurar inspiração e colaborar com os seus “Chefes”, nome que a Mercadona dá internamente aos seus clientes, para adaptar a sua oferta aos hábitos do consumidor português. Para isso, a cadeia de supermercados irá desenvolver com eles produtos que correspondam aos seus gostos, detetará as suas necessidades quanto aos produtos que compõem o seu cabaz de compras habitual e poderá, desta forma, introduzir melhorias e lançar inovações nos cinco negócios que englobam todos os produtos comercializados pela Mercadona: alimentação (Frescos e Secos), bebidas, limpeza do lar, higiene pessoal e cuidados com os animais de estimação.

O futuro Centro de Coinovação ficará localizado na Avenida Menéres, em Matosinhos. Graças à sua dimensão, vai dispor de salas de degustação de produto e cozinhas para sessões participativas com os Chefes.

De acordo com Armando Delgado, Diretivo do Departamento de Prescrição da Mercadona, “o facto de construirmos o nosso primeiro Centro de Coinovação em Portugal responde à necessidade de dar resposta a um dos nossos maiores desafios, o de sermos capazes de surpreender os nossos “Chefes” portugueses com produtos inovadores desenvolvidos com e para eles”.

Um modelo de colaboração que gera uma maior taxa de sucesso nos lançamentos

O Modelo de Coinovação é uma das principais características diferenciadoras da Mercadona. A cadeia espanhola põe em prática a estratégia de aprender com os clientes que utilizam os seus produtos, ouvir os seus comentários e inovar com eles.

Estamos conscientes da necessidade de colaborarmos estreitamente com os Chefes, ouvirmos as suas sugestões e aprendermos com eles, numa relação chave para podermos oferecer produtos que não só têm uma segurança alimentar total, como uma qualidade altíssima a um preço muito competitivo. Só no ano passado realizaram-se mais de 5.500 sessões com os “Chefes” nos nossos centros de Coinovação em Espanha para inovarmos conjuntamente”, sublinha Elena Aldana, Diretora de Relações Externas Portugal da Mercadona.

Ao mesmo tempo que envolve o “Chefe” no processo de inovação, a Mercadona trabalha diretamente com os seus fornecedores para introduzir novos produtos e melhorias nos produtos já existentes. Graças a este modelo circular, os produtos comercializados pela Mercadona são desenhados à medida do “Chefe”, o que faz com que fiquem mais tempo no mercado.

De facto, de acordo com o estudo "O Valor da Inovação Conjunta" (entre a Mercadona e os seus interfornecedores), realizado pelo Institut Cerdà, a taxa de sucesso dos novos produtos lançados pela Mercadona é de 82%, enquanto a média do sector é de 24%

Rácio Êxito Inovação Produto

Na prática, em Espanha, o Modelo de Inovação Conjunta concretiza-se através de 12 centros de inovação conjunta, onde a Mercadona trabalha com 125 interfornecedores. São mais de 1.000 pessoas que se dedicam à inovação em várias áreas: produto, processos, mudanças organizacionais e marketing. 

Projeto da Mercadona em Portugal

A Mercadona anunciou recentemente a implementação do seu plano de internacionalização, com a entrada no mercado português. Tem como objetivo abrir as quatro primeiras lojas em 2019. A empresa prevê investir inicialmente 25 milhões de euros e criar aproximadamente 200 postos de trabalho nesta primeira fase de expansão. Para tal, a cadeia de supermercado já iniciou o processo de incorporação e formação dos primeiros 150 diretivos que vão liderar este projeto.

Estes novos diretivos vão cumprir um programa de formação próprio ao longo de 18 meses, no qual a Mercadona irá investir mais de 50.000 euros por trabalhador. Durante este processo, os colaboradores recebem formação específica sobre o modelo de Qualidade Total da Mercadona, competências de gestão e liderança, e seguem um processo de integração nos diversos departamentos da empresa.

Centro de Coinovação de Pequeno Almoço e Lanche em Valência (Espanha)Centro de Coinovação de Pequeno Almoço e Lanche em Valência (Espanha).

Coinovação  Perfumaria Centro de Coinovação de Perfumaria em Valência (Espanha).